quinta-feira, 26 de julho de 2012

Minimalismo... echarpes, lenços, pashiminas e mantas/ cd's e dvd's/ livros

Confesso que para mim é impossível ser minimalista quando se trata de qualquer pano para pendurar no pescoço, deve ser em razão das minhas raízes gaúchas. De qualquer forma, tenho me comportado: não comprei mais nada desde o início do primeiro ano sem compras e consegui retirar muita coisa.

Quanto à forma de armazenamento penso ter chegado ao ideal.

Inicialmente guardava em caixas ou gavetas com divisórias, resultado era lenço amassado, pashimina marcada na dobra, dificuldade para encontrar nas caixas e esquecimento daquelas guardadas em gavetas. Hoje tenho apenas uma gaveta e nela tem algumas pashiminas junto com roupas de praia:

Certa época tentei colocar em cabide normal, daqueles que tem apenas uma divisória, ocorre que ficavam misturados os lenços e em um canto do guarda roupa, caindo no esquecimento.

Agora, os lenços ficam dobrados e com visibilidade para todos, sendo que as pashiminas passaram para cabides utilizados para calças e saias, penso que é a melhor maneira e, antes do Projeto 333 (logo faço um relatório!), eu conseguia achar e usar o escolhido do dia.




Essa organização me anima a tentar em todos os lugares da casa e nunca mais ter trabalho para encontrar os itens a serem usados.

Como prometi à Gabriela um post sobre organização, sugiro que sejam consultados outros textos sobre guarda roupa e organização que já coloquei no blog, acrescentando a questão dos cd's e dvd's nesse.

Já mencionei que estou pensando em me desfazer dos cd's e dvd's que tenho, considerando a possibilidade de conseguir quase tudo na internet e sem necessidade de armazenamento. Enquanto penso estão guardados conforme fotos abaixo e em caixas que comprei no site da MMartan (tem a média e a grande, sendo ideal para isso aquelas de tamanho médio e o custo benefício é ótimo):

 
Eram quatro caixas devidamente etiquetadas cd's nacionais, cd's internacionais, dvd's filmes e dvd's musicais, tudo em ordem alfabética, hoje só tenho três, pois muitos já foram doados, falta coragem para doar ou vender os outros.

Finalmente, quanto aos livros é difícil mesmo. Aqueles de literatura já foram embora, exceto alguns poucos que ainda penso em ler. Os técnicos, mesmo desatualizados, estou com muita dificuldade, mas estou tentando me convencer da inutilidade.

Podem perguntar, nesse caso fotografo e faço as postagens conforme o interesse!

13 comentários:

  1. Amei Ziula, uhuuu! Eu também amo estar com o pescoço com cobertorzinho, como falo. Hoje mesmo, faz 9° em Poa, e estou com uma manta gola preta. Inclusive, com 15° a Gabriela já está com o pescoço todo tapado, hahahaha!Sinto muitooooo frio! Estou, sinceramente, tentando diminuir mantas e lenços, mas ainda estou encontrando dificuldades. Contudo, ao menos, não estou comprando mais, eh, eh! Quanto aos CDs, morro de pena, e tenho mais de 100,sendo que, ainda que não os tenha ouvido, reluto em doar ou vender. Mas me diz uma coisa: Tu também és advogada? bjos Gaby

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gaby, que bom que você gostou... vai pedindo que vou colocando fotos, não é perfeito, mas são idéias que podem ajudar.

      Estou Juíza do Trabalho, por isso os livros jurídicos. Tenho um Americo Pla Rodrigues, em xerox, porque havia acabado na LTr... ainda não li todo e ainda assim não consigo me desfazer.

      Bjs

      Excluir
  2. Talvez vc pudesse se desfazer somente das caixas dos DVDs e Cds, mantendo os mesmos naquelas embalagens portáteis para carregar dentro do carro... Fiz isso e diminuiu bastante o espaço necessário para armazenar. As informações que constam das caixas individuais geralmente estão no filme ou no próprio "disco" ou vc pode obter em sites como Imdb se precisar muito saber alguma coisa (geralmente as informações de dvds nacionais de filmes estrangeiros estão sempre truncadas).PS: Eu não sou a mesma Gabriela acima.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabriela, já tentei essa forma de organização, mas era ainda pior para achar quando queria algum específico, embora não tenha conseguido sequer jogar as caixas fora.

      O objetivo é doar ou vender mesmo todos os cd's e dvd's, poqrue realmente não uso.

      Abraços

      Excluir
  3. Cds eu tenho no maleiro, numa caixa semelhante a que tens e não sei o que fazer também, não escuto mas vender seria valores tão ínfimos, e dar também não sobra vontade, alguns foram comprados na adolescência , fica aquela coisa meio nostálgica.

    Já dvd eu tento não comprar mais, exceto quando viajo que dou uma de metida querendo ser culta e comprando coisa com língua diferente, depois chego em casa e a preguiça bate e não faço o devido esforço para ver.

    Agora livros eu me desfiz de vários, inclusive comentados (de fábrica tá ;-) ) , já esse Américo Plá Rodriguez também tenho e não consegui enviar com o bolo pois uma vez uma professora de trabalho era muito adepta a ele e me deixou em recuperação, sendo quase toda turma junto, comprei o tal livro e passei, dai ele ficou como que um salvador da pátria. Embora nunca tenha conseguido concorrer à bolsas na femargs por causa da nota que ela me deu e por isso não tenho boa lembrança dela!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quer me dizer quem ouve cd hoje em dia??? rs

      Excluir
  4. Ué! E se for mais a fundo, na casa da minha mãe tenho minhas fitas cassetes, não sei mais a sigla daquelas, tem dominó lá, não posso doar também, um dia vendo para um museu!! kkkk

    Acho que com os cds vou fazer o que a Gabriela G Lima falou e deixar no carro. Ele arranha tudo que é cd, mas pelo menos um pouco vou ouvir..

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Temos as fitas cassetes aqui... também não sei a sigla... e agora pergunto... porque ainda estão aqui? Boa pergunta, quem sabe final de semana dou um jeito.

      Abraços

      Excluir
  5. Oi Ziula, tudo bem? essa semana quero ver se coloco em prática minhas arrumações novamente. Nossa, és Juíza do Trabalho, que legal! Meu sonho é sair da advocacia e ser servidora pública. Chegaste a advogar? Como foi a tua trajetória para a Magistratura? Nossa, que legal! abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabriela, quando fiz concurso era tudo diferente ou pelo menos para mim, que não tinha muito contato com civilização, assim parecia.

      Hoje em dia o povo é "concurseiro" mesmo, gabaritando provas. Penso que para passar em qualquer concurso público hoje em dia seja necessário estudar quatro horas por dia, todos os dias, além de buscar as melhores apostilas e, se possível, fazer cursinho!!!

      Advoguei cinco anos e tive sorte de que minhas provas no concurso tinham muito conteúdo prático e pouca teoria, mas como falei eram outros tempos.

      Se precisar de algumas dicas, mande um e-mail que, se eu não souber, posso pedir para pessoas que estão se preparando...

      Beijos

      Excluir
    2. Oi Ziula, muito obrigada! Meu sonho é ser servidora, pois gosto do direito, mas não da advocacia. Vamos ver! Acredito que praticando o desentulhamento, o desapego e tudo mais nesse sentido, me sobrará mais tempo, cabeça, e dinheiro para investimento nesse meio! Estou sempre acompanhando teu blog e adoro! bjos Gaby ( não estou conseguindo colocar meu nome Gabriela)

      Excluir
  6. Adorei a organização, sou super sistemática com o meu guarda roupa, mas echarpes e lenços, são super complicados de organizar!

    Valeu a dica!

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acaso encontres outras maneiras divida comigo, porque sempre estou buscando outras formas e fiquei parada nessa por supor a melhor, mas pode não ser :-)

      Excluir