sábado, 9 de novembro de 2013

Gerente bancário: seu amigo?

A pessoa estava meio sem paciência com uma situação: a gerente da conta mexendo na dita conta para "ajudar" e dando o auxílio que a criatura já esclareceu que não quer e já proibiu fazer.

Certa instituição financeira onde a cliente em questão tem conta criou uma tal de aplicação com rendimentos diários que deve ser muito boa para o próprio banco tanta é a insistência da gerente e com certeza se transformou em uma meta para a gerente cumprir. O detalhe é que o correntista não quer o dinheiro aplicado desa forma.

Pelos comentários nem era uma fortuna ou muito dinheiro, pelo contrário. O cliente mencionou para mim ter contas para pagar e estar com tudo programado, tudo "contadinho" e a gerente insiste em tirar o dinheiro da  conta e ele não consegue visualizar se pode ou não pagar determinada dívida.

- Cliente, qual o problema se o resgate é automático?

- Gerente, qual o problema da minha decisão de deixar  dinheiro parado na conta? Quando eu quero guardar alguma coisa coloco na poupança que não tem imposto de renda e até agora ninguém conseguiu me explicar como funciona essa aplicação automática, só me disseram que pago imposto de renda. Então, considerando que não gosto de coisas que não conheço, prefiro tomar a decisão sozinha.

E, segundo relatado, a conversa acima já ocorreu por mais de três vezes e na terceira a pessoa ainda foi meio deselegante. Ontem recebeu um sms informando sobre um crédito, respondeu que até segunda-feira veria o que poderia ser feito e recebeu um retorno "então vou colocar na aplicação automática" gerando mais uma deselegância "deixe na minha conta" com letras maiúsculas. Será que está difícil entender???

Alguém entende alguma coisa sobre essa aplicação diária? É realmente vantajosa para o cliente? Porque tanta insistência do banco?

Sinceramente, se isso ocorresse comigo talvez eu até trocasse de instituição financeira!

6 comentários:

  1. O empregador do gerente é o banco correto? Logo, seria razoável ele insistir em alguma coisa “vantajosa” para o cliente em detrimento de lucros do próprio empregador dele e das metas e remuneração dele? Eu não acredito. Também tenho consciência de que cliente insatisfeito prejudica o banco e que o gerente está ali para ser um elo dos interesses, mas claro que priorizando o alcance de metas e tudo mais, é o trabalho dele e o banco quer lucro. Mas não terá esse lucro se tiver uma demandada geral, por isso uma das metas deve ser a satisfação do cliente (penso eu).

    A melhor coisa é a pessoa se informar, hoje em dia não tem desculpa, tem muita informação a um clique, e se não tem paciência ou interesse deixa como está em aplicações mais seguras e com um firme não para aplicações e reclamação formal sobre o ocorrido, eu duvido que se repita, pelo menos não com instituições sérias.

    Só que essa da confiança de deixar mexer na conta para “ajudar”, por favor!!! A única ajuda real que visualizo seria depósitos diários então se eles quisessem fazer...kkk, sei de pessoas que preferem esse tipo de conforto, mas seria recomendável se inteirar da situação pois apesar do gerente ser uma pessoa que vai querer a satisfação do cliente, ele também tem metas, ele tem que ver os interesses da instituição financeira.

    Mas se reclamar formal e não adiantar, eu na situação também trocaria de banco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Penso que é aquela coisa de cursos de relacionamento... a pessoa sorri, é amiga de todos, parece solícita, mas tem o outro lado: precisa obedecer seu empregador, é claro!!!
      Depósitos diários seriam uma boa idéia!!! Vou sugerir para meu banco!!! rsrsrsrs

      Excluir
  2. Buenas Tardes Gaúcha! Este teu chasque (artigo) é exatamente o que acontece no sistema bancário brasileiro. O interesses do gerente são metas a cumprir no banco onde ele trabalha. E o teu chasque é enriquecido com o comentário da Adriana.

    Eu gostaria que todos os que abrem as porteiras deste sítio abrissem o linck de um chasque (artigo) que tem tudo a ver, publicado no Dinheirama. Basta clicar em http://dinheirama.com/blog/2013/11/08/meu-gerente-bancario-nao-e-la-muito-meu-amigo/

    Mais uma vez, sejas muito feliz e tenha um baita dia com os teus. Feliz aniversário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valdemar, li o artigo no Dinheirama e achei ótimo... Obrigada pelos votos de feliz aniversário!!!

      Excluir
  3. Eu brigo todo mês com isso.O tal BOM PARA TODOS é uma farsa, eles não avisam que todas as suas contas passam a ser débito automático. A gerente me vendeu esse produto sem me avisar disso "paga menos juros blá, blá,blá", fez de má fé mesmo, tenho a conta há uns vinte anos, de quando era estagiária e NUNCA aceitei débito automático de nada (porque se vc precisar contestar o valor, já está pago e aí como fica?), ela ligava todo mês oferecendo o débito automático, "está precisando de alguma coisa?" e eu NÃO, NÃO, NÃO. Voltei de viagem e dia 1º do mês o cartão de crédito limpou a minha conta, haja vista várias despesas em dólar, e a fulana me liga para avisar que tem um cheque batendo sem fundos...É claro, não era para ser débito automático, eu que iria decidir se ia pagar ou não a fatura integral, esperar a parte dos companheiros de viagem etc. Reclamei até a ouvidoria, agora vou acionar esse banco. Mas quer ficar em paz?, bloqueia o telefone do banco no smartphone e quando (muito raro pois eu digo que não estou ou estou ocupada) eles conseguem falar comigo eu digo "manda uma proposta por escrito" "ah, mas a gente não trabalha assim. blábláblá zzzzzz", eu respondo "mas eu também não trabalho assim, por telefone" e desligo. Na verdade, eu bloqueei também todos os 0(11) pois eu sei que é telemarketing me atormentando, banco, telefonia, internet, consórcio, que inferno.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essas ofertas que não interessam realmente irritam!!!

      Excluir