sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Presentes de Natal...

Já que estamos nos aproximando dessa data tão comercial para muitos e que a maioria dos consumidores deixa para a última hora a compra dos presentes, resolvi dar algumas sugestões.

A primeira sugestão talvez não adiante para esse ano, entretanto no próximo ano tente programar as compras durante o ano, certamente os preços serão melhores, haverá mais tempo para escolha, lojas lotadas não precisarão ser frequentadas e os presentes poderão até ser melhores sem causar um rombo na sua conta bancária ou uma triste surpresa no cartão de crédito.

Nunca é tarde para lembrar que, apesar do décimo terceiro ser pago em dezembro, existem inúmeras despesas cujo vencimento é janeiro de cada ano e é preciso fazer alguma reserva de valores para o pagamento, logo, nem pense em gastar toda a gratificação natalina em presentes de Natal, ceia ou viagens.

Bem, vamos aos presentes:

- CHOCOLATE - o número de um na minha lista. Exceto se a pessoa tiver algum problema de saúde ou não gostar mesmo do sabor, chocolates são sempre um excelente presente. Há algum tempo adotei essa opção e percebo que as pessoas gostam, não fica jogado em um canto e sempre é aproveitado.

- HAVAIANAS - você conhece alguém que não use havaianas? Eu não conheço! Seja para usar em casa, praia, mercado, etc. Isso não é um publipost, mas é uma opção certeira. Minha mãe trouxe para mim e para Izabel sandálias com pedras, não gostamos e pedimos para trocar por havaianas, sendo que ela comentou que havia comprado e depois trocou, porque achou havaianas "muito pouco". Ora, ora, adoro havaianas!

- SABONETES - seja líquido, seja em barra, todo mundo usa e não é desperdiçado.

- BOLACHAS E BOLOS DE NATAL - adoro aquelas bolachas com desenhos de Natal ou em latas de Natal e tem bolos assim também. Se você tiver habilidade pode fazer e acaso eu ache/teste receitas coloco no blog "Sabores Imperdiíveis".

- LENÇOS/ECHARPES/PASHIMINAS - esses itens sempre agradam e independem do tamanho da pessoa. Como gaúcha adoro um pano pendurado e a maioria das mulheres que conheço também usam para mudar um pouco o visual da roupa ou deixá-la mais colorida.

- COPOS - não sei se isso ocorre somente na minha casa, mas os copos aqui em casa pulam sozinhos para o chão e terminam espatifados, sorte que tenho muitos e ainda não precisei comprar nesses 498 dias. Agora, se ganhasse um jogo ficaria muito feliz, pois elasteceria ainda mais o tempo sem compras.

E realmente paro a lista por aqui em razão de não lembrar de mais nenhum presente "neutro". 

Sugira você também presentes que possam agradar sempre!

8 comentários:

  1. Minha sugestão é: experiências!
    Para tanto é preciso conhecer a pessoa presenteada e saber quais tipos de experiências ela gosta. Mas tickets para cinema (os cinemas vendem tickets tipo vale-presente que a pessoa troca na bilheteria pelo ingresso que ela quiser), ingressos para teatro, passeios etc.

    Vou dar o exemplo q preparei. Na próxima semana é aniversário de uma grande amiga. Ela tem trabalhado muito e não temos tido tempo de nos ver muito. Então eu comprei (num site de compras coletivas para ficar mais em conta) um pacote de limpeza de pele para irmos juntas e depois podermos almoçar juntas. Preparei um "Vale presente" impresso detalhando o programa e vou entregar junto com uma caixinha de chocolates. Acredito que ela deva gostar, pois adora um programa de meninas, com direito a tratamento de beleza e almoço com fofocas e risadas. Você não acha que é mais legal do que um objeto que pode ficar esquecido num canto, acumulando poeira?

    Já no Natal eu pretendo não presentear ninguém e utilizar essa verba para doações. Vou escrever um cartão bem bonito para cada pessoa que seria presenteada e informar que o presente dela virou medicamentos para as crianças com câncer do GRAACC.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei todas as idéias... estou pensando até em aderir!!!

      Beijos

      Excluir
  2. Bah, fizeram essa desfeita com o presente que receberam da tua mãe????? Eu não teria essa coragem de ao receber um presente da mãe, dizer "troca que não gostei"...

    Meu irmão uma vez (faz tempo) fez e eu não sabia onde me enfiar de tanta vergonha que fiquei da desfeita. Era aniversário dele e uma prima que morava no mesmo prédio tinha vindo dar os parabéns e trouxe um perfume. Ele não quis nem ver dizendo que não queria perfume. Tudo bem que foi sincero, mas eu quase morri de vergonha.

    Quanto à proximidade do Natal e presentes eu nunca esqueço de uma frase que ouvi ainda no colégio que era para escrever sobre o natal e quem ganhou a redação foi um colega que colocou o título "Natal, uma data comemorativa ou um evento comercial".

    Eu não tenho intenção de criticar o comércio e tão pouco mudar o simbolismo dos presentes. Porém noto que virou uma coisa meio fria e sem propósito. As pessoas delimitam valores ou pior, dão algo pelo valor que custou achando que vai ter o mesmo efeito na pessoa que recebe e muitas vezes não é.

    Me obrigam a participar de um amigo oculto, sendo que eu nunca estou presente pois passo natal com a minha família, mas tenho que comprar o presente para ser entregue. Tudo bem, não estou sendo mão de vaca. Mas é um amigo oculto que delimitam um valor X e todos têm que comprar presente naquele valor.

    Dai falei que daria o valor em dinheiro. Tive a resposta que assim não tinha graça. Eu disse que era mais útil, já que a frieza imperava. E fui mais longe dizendo que era bom todo mundo se dar em nota, já que o valor era aquele, podíamos ver quem ganhava nota mais bonita. Gerou uma brabeza que tive que parar antes de dizer que ia dar tudo em nota de 2,00 para parecer mais e demorar para acabar. :)

    Essa de saber o preço, falarem em preço, julgarem pelo preço é uma coisa que não gosto e acho que o legal é receber algo sem esperar.

    Em relação aos presentes concordo e principalmente com o chocolate, mas tem gente que não gosta, não entendo mas conheço pessoas assim..rs

    Agora comprar antecipado e tal é como promessa de início de ano... todo ano se repete e nunca pensamos nisso. Na verdade a culpa é do ano que passa muito rápido!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adriana, não foi desfeita não... foi sinceridade... penso que ele ficará mais feliz sabendo que depois de trocados os calçados serão usados, a perceber que jamais usamos os presentes.

      Renato e Izabel não queriam falar. Pedro colocou a sandália e disse que todas deveriam ter aquele solado, amou!!! Como eu sabia que o destino seria doação, fiquei pensando no dinheiro gasto e achei que não era justo... então ela continua achando somos esquisitos por preferirmos havaianas que havia sido compradas inicialmente. E onde fica o minimalismo? E o consumo consciente?

      Amigo secreto é difícil mesmo, também passo por isso, mas nem pondero, apenas acato.

      Excluir
  3. É, está certa. Porém se fosse comigo acho que não conseguiria falar isso com medo de ofender. Embora eu saiba que mães conhecem a gente mais que todo mundo e percebem se não gostamos mesmo que da boca saia que adoramos. Elas identificam as reações não faladas que falam por si só. Agora o Pedro é um gentleman!!

    Bah amigo secreto nunca foi meu programa preferido. Amigo secreto de parentes afins então... mas o melhor é acatar mesmo para não se incomodar, só que eu sempre deixo ponderações que são rechaçadas.

    Eu tinha "curtido" o teu bolo!! Vai ser aquele mesmo ou é só pra sonhar? :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aquele bolo acho que chega semana que vem... rs

      Excluir
  4. Respostas
    1. Obrigada! E agradeço também a lembrança desse post, nem lembrava e estava precisando ler.

      Beijos

      Excluir